quarta-feira, 26 de março de 2014

CASAQUINHO DE BEBÊ EM TRICÔ COM PALA DE FOLHINHAS

Olá meus queridos,
mais uma receitinha de casaquinho. Essa receita foi baseada da Oficina dos fios. Fiz algumas modificações.



Usei lã super bebe da cisne, e agulha para tricô nº 3
Dois  alfinetes para deixar os pontos em espera.
Um novelo de 100 gramas dá para se fazer o casaquinho e o gorrinho.
Ele fica bem recém nascido.
Montar 62 pontos na agulha .
Tecer 4 carr. de tricô

Próxima carr. em passa fitas:
8 tricô de borda (*1laç, 2 pontos juntos em tricô*) terminar com 8 tricô de borda.
Avesso em tricô
1ª carr. 8 tricô de borda,1 meia , 2 tricô, 1 meia (*1 laç,1 meia, 1 laç, 1 meia , 1 tricô, 1 meia*) terminar com 8 tricô de borda, ficam com 81 pontos .
2º carr. e todas as pares em tricô.
3ª carr. 8 tricô de borda, 1 meia , 2 tricô, 2 meia (*1 laç, 1 meia, 1 laç, 2 meia, 1 tricô, 2 meia*) 2 meia, 2 tricô, 1 meia, e 8 tricô de borda. Ficam com 101 pontos .
5ª carr. 8 tricô de borda, 1 meia, 2 tricô, 3 meia (*1 laç, 1 meia, 1 laç, 3 meia, 1 tricô, 3 meia*) 2 tricô, 1 meia, 8 tricô de borda, ficam com 121 pontos .
7ª carr. 8 tricô de borda , 1 meia, 2 tricô, 4 meia (*1 laç, 1 meia, 1 laç, 4 meia, 1 tricô, 4 meia*) 2 tricô, 1 meia, 8 tricô de borda
OBS- Á cada 9 cordões de tricô, fazer á casa para botão (3 tricô, 2pjt, 1laç, 4 tricô)
9ª carr. 8 tricô de borda, 1 meia, 2 tricô,5 meia (* 1laç, 1 meia, 1 laç, 5 meia, 1 tricô ,5 meia*) 2 tricô, 1 meia, 8 tricô de borda.
11ª carr. 8 tricô de borda, 1 meia, 2 tricô, 6 meia (*1 laç, 1 meia, 1 laç, 6 meia, 1 tricô, 6 meia*) 2 tricô, 1 meia, 8 tricô de borda.
13ª carr. 8 tricô de borda, 3 meia, 1 laç, (*1 mate simples, 5 meia, 1 laç, 1 meia, 1 laç, 5 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç, 1 meia, 1 laç*) 1 laç, 3 meia, 8 tricô de borda.
15ª carr. 8 tricô de borda, 4 meia, 1 laç, (* 1 mate simples, 11 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç, 3 meia, 1 laç,*) 1 laç, 4 meia, 8 tricô de borda. Agora nós vamos começar á fechar á folha.
17ª carr. 8 tricô de borda, 5 meia, 1 laç, (* 1 mate simples, 9 meia,2 pontos juntos em meia, 1 laç, 5 meia, 1 laç*) 5 meia, 8 tricô de borda.
19ª carr.- 8 tricô de borda, 6 meia, 1 laç(* 1 mate simples,7 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç,7 meia, , 1 laç*) 6 meia, 8 tricô de borda.
21ª carr.- 8 tricô de borda,7 meia, 1 laç (* 1 mate simples, 5 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç, 9 meia, 1 laç*)7 meia, 8 tricô de borda.
23ª carr. 8 tricô de borda, 8 meia, 1 laç (* 1 mate simples,3 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç, 11 meia, 1 laç*) 8 meia, 8 tricô de borda.
25ª carr. 8 tricô de borda, 9 meia, 1 laç (*1 mate simples, 1 meia, 2 pontos juntos em meia, 1 laç, 13 meia, 1 laç*) 9 meia, 8 tricô de borda.
27ª carr. 8 tricô de boda,10 meia, 1 laç(*1 mate duplo,1 laç, 15 meia, 1 laç, *)10 meia, 8 tricô de borda.
28ª carr. em tricô. Avesso
29ª carr. em tricô. Direito
30ª carr. em meia Avesso (sempre lembrando dos pontos de borda)
31ª carr. em tricô. Direito
32ª carr. em meia. Avesso
33ª carr. em tricô. Direito
34ª carr. em meia. Avesso
35ª carr. em tricô direito
36ª carr. em meia avesso já fazendo a
divisão do casaquinho , deixar as mangas em espera e trabalhar o corpinho.
35 pontos para frente  direita(aumente 3 pontos para a cava)
31 pontos para as mangas ( coloque em um alfinete á espera)
75 pontos para costa (aumente 3 pontos para a cava)
31 pontos para as mangas ( coloque em um alfinete á espera)
35 pontos para  frente esquerda
Vamos começar o ponto fantasia. Ficaram 151 pontos
Múltiplos de 3 .
1ª carr.- 8 pontos de borda (*3 meia, 3 tricô*), terminar com 8 pontos de borda.

2ª carr. e todas as pares em tricô.
3ª carr.- 8 tricô de borda (*1 laç, 3 pontos juntos em tricô ,1 laç , 3 tricô*) 8 tricô de borda.

Avesso em tricô.
Voltar á 1ª carreira.
Fazer o ponto fantasia até completar 13 buraquinhos, onde foram feitas as laçadas.
Fazer mais 4 cordões de tricô, e arrematar pelo avesso em meia .
Mangas.
Voltar para as agulhas os 31 pontos que ficaram á espera.
1ª carr. aumentar 3 pontos de cada lado, e fazer aumentos internos passando para 45 pontos.
Começar o ponto fantasia.
Trabalhar em ponto fantasia até completar 11 buraquinhos, onde foram feitas as laçadas. Diminuir, para 37 pontos e fazer barra 1/1 (*1 meia , 1 tricô*), por 3 cm e arremate os pontos .
Fazer á outra manga igual .
Acabamentos :
Costure as mangas e embaixo das cavas.
Passe á fita no passa fitas.
Pregar os botões.

a receitinha do gorrinho é da 1000 ARTES
Bjusss
Até a próxima

quarta-feira, 19 de março de 2014

PORTA CELULAR

Olá meus queridos,
um porta celular muito prático, possui dois bolsinhos, um para o celular e outro com zíper onde podemos guardar dinheiro, cartões, documentos, etc. Perfeito para saídas rápidas ou para presentear.


 
Lista de Materiais
* 15 cm de tecido
* 1 botão de pressão
* 15 m de manta R1
* 1 zíper de 31 cm
* 1 cursor de zíper
 
Passo a Passo
1- Para o corpo da peça
Duas faixas de 11 x 31 cm de tecido (tecido principal e forro)
Uma faixa de 11 x 31 cm de manta R1

2- Para o bolso
13 x 11 cm de tecidos(2 vezes) ou 1x de 26 x 11
13 x 11 cm de manta R1(1 vez)

3- Para a aba
Duas vezes de 8,5 x 7 cm ou 1 x de 8,5 x 14
Uma vez de 8,5 x 7 cm de manta R1

4- Para a alça
Uma faixa de 5 x 25 cm de tecido
 
O pap está AQUI
Bjusss
Até a próxima

quarta-feira, 12 de março de 2014

quarta-feira, 5 de março de 2014

MINHA HISTÓRIA COM AS ARTES MANUAIS

Olá meus queridos,

Hoje quero contar um pouco da minha história com as artes manuais.

Há pouco tempo me mudei de casa e vocês sabem como é mudança, sempre aparecem coisas que a gente nem lembrava mais que existiam. Todos os dias ficamos remanejando as coisas até se adaptarem de acordo com a facilidade.

Pois bem, hoje reuni tudo o que tenho com relação ao artesanato: lãs, linhas, agulhas, pincéis, tecidos, bobinas, etc. e, de repente, me vi nostálgica! Relembrando de tudo que aprendi e vivi com o artesanato... e confesso que foram dias inesquecíveis em minha vida!!!

Lembro-me de quando era bem pequena e ganhei um tear de brinquedo. Não sou tão velha assim, mas na minha época não se ganhava brinquedos assim “do nada”, os tempos eram outros. Enfim! Era um tear colorido e de plástico acompanhado de um folheto com fotinhos explicativas, que nunca me ajudaram e então eu nunca consegui fazer nada com ele, afinal, uma criança precisaria de auxilio, que infelizmente não tive.

Mas o melhor ainda estava por vir, o dia de aprender crochê! Depois de muito pedir para minha mãe, ela marcou o dia e combinamos assim: Ela passaria de ônibus na saída do colégio (eu ainda estava no primário - hoje ensino fundamental). Lembro-me até hoje dela me dizendo “Espere-me no ponto de ônibus, assim que eu passar eu te chamo pela janela, assim não precisamos pagar mais uma passagem”. Nunca vou me esquecer daquele momento e da minha ansiedade. Chegamos à loja e me lembro da emoção de escolher a lã e a cor. Escolhi um rosa florescente!!! hahaha, Era a última moda. Não me lembro da peça que fiz, mas não me esqueço dos primeiros pontos.

Mais tarde chegou a hora do tricô, minha mãe novamente me deu agulha e algumas lãs velhas, me ensinou a colocar alguns pontos e me apresentou o ponto tricô e ponto meia. Foi trabalhar e me deixou lá com meu desafio. Confesso que passei horas deliciosas, e, quando ela voltou, havia feito umas 10 carreiras e ela me disse: “Nossa, como rendeu o seu trabalho!!!”. Foi muito bom aquele incentivo.

Como percebeu que eu levava jeito, minha mãe contou que minha madrinha fazia muito bem tricô e ia pedir pra que ela me ensinasse, já que não trabalhava fora e por isso teria mais tempo para dispor. E lá fui eu com uma lã bem grossa de tapeçaria e a imensa vontade de aprender! Acabei até dormindo por lá para terminar o trabalho: Um colete que ainda guardo na lembrança.

Aí, já mais crescidinha, não parei mais. Comprava lãs, linhas e revistas. Minhas férias eram “chatas” pois não tínhamos o costume de  viajar, eu ficava muito sozinha em casa e não gostava de ficar ociosa, sempre procurava algo para fazer! (Se a seção da tarde é ruim hoje, imaginem naquele tempo).

Aprendi pintura em gesso, art nouveau, pintura em madeira e tecido. Fiz muitos trabalhos em ponto cruz, ponto reto, hardanger e, somente depois de casada, resolvi aprender corte costura! Na minha cidade havia um curso muito bom pela prefeitura e bem próximo da minha casa e lá fui eu mais uma vez.

Alguns anos atrás chegou a vez do patchwork. Ahhh... revivi toda aquela emoção que senti quando criança. Quando olhei aquela manta com aqueles tecidos maravilhosos formando desenhos, fiquei  apaixonada e me perguntei: “Será que sou capaz?”... E não é que consegui?!
O aprendizado nunca termina, como tudo na vida, espero continuar aprendendo sempre.
Na foto meu primeiro trabalho em patchwork, o começo de uma grande paixão.
Bjusss
Até a próxima
 

sábado, 1 de março de 2014

PROJETO 49 SEMANAS BLOCO 33 QUEBRA CABEÇA DO MICO

Olá meus queridos,
Projeto 49 Semanas
Por Eliana Zerbinatti (Tia Lili)
www.panoxadrez.com.br
Bloco 33: Bloco “Quebra Cabeças do Mico”
Medida do bloco: 30 cm (essa medida refere-se ao bloco já na colcha, sendo que antes disso ele mede 31 cm, devido à margem de costura – que é de 0,5 cm)
 


 

 Cortando os tecidos:
- Tecido neutrinho (amarelo claro):
4 quadrados de 8,5 x 8,5 cm
5 quadrados de 9,5 x 9,5 cm

- Tecido vermelho:
1 quadrado de 17 x 17 cm
- Tecido azul:
2 quadrados de 9,5 x 9,5 cm
- Tecido verde:
1 quadrado de 9,5 x 9,5 cm

Montagem:
Use margem de costura de 0,5 cm. Para regular a margem de sua máquina, se você não tem um pezinho específico, assista nossos vídeos em nosso canal no YouTube: www.youtube.com/panoxadrez

Blocos de triângulo perfeito:
Use os quadrados de 9,5 x 9,5 cm para montar quatro quadrados com o tecido azul e dois com o tecido verde.

Corte o quadrado de 17 x 17 cm do tecido vermelho ao meio de ângulo a ângulo e monte o bloco.
Veja dicas para a montagem desse bloco no vídeo no link abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=7DVLV7G4Bog
Bjusss
Até a próxima